ESTUDO DA FÍSICA

O SEU SITE DE ESTUDO NA NET

Clique aqui para fechar esta janela                                                                           Voltar a página anterior

  SIMULADO ON-LINE  

ESTUDO DOS GASES (PARTE II) 

BOA SORTE

 

1. (UFMG) Uma pessoa, antes de viajar, calibra a pressão dos pneus com 24,0 lb/pol2 (libras por polegadas quadrada). No momento da calibração, a temperatura ambiente ( e dos pneus) era de 27o C. Após ter viajado alguns quilômetros, a pessoa pára em um posto de gasolina. Devido ao movimento do carro, os pneus esquentaram e atingiram uma temperatura de 57o C. A pessoa resolve conferir a pressão dos pneus. Considere que o ar dentro dos pneus é um gás ideal e que o medidor do posto na estrada está calibrado com o medidor inicial. Considere, também, que o volume dos pneus permanece o mesmo. A pessoa medirá uma pressão de:
a) 24,0 lb/pol2 
b) 26,4 lb/pol2   
c) 50,7 lb/pol2 
d) 54,0 lb/pol2 
e) 54,6 lb/pol2  
 
 
2. (Unirio) Com base no gráfico, que representa uma transformação isovolumétrica de um gás ideal. Podemos afirmar que, no estado B, a temperatura é de:
a) 273 K
b) 293 K
c) 313 K
d) 586 K
e) 595 K.

 


 
3. (UFPE) No diagrama p versus T ao lado, uma certa quantidade de gás evolui do estado inicial A para uma estado final B, conforme indicado na figura. Qual a razão, VB / VA, entre os volumes final e inicial do gás?
a) 1 / 3
b) 1 / 2
c)    1
d)    2
e)     3

 

 
4. ((U.E. Londrina – PR) Nos gráficos abaixo, V representa o volume ocupado por uma certa massa de gás perfeito, T a sua temperatura absoluta e p a sua pressão.
a) VI e V   b) V e IV   c) IV e III   d) I e III   e) I e II 
 
 
5. (FUVEST-SP) Uma certa quantidade de gás perfeito passa por uma transformação isotérmica. Os pares de pontos de pressão  ( P ) e volume ( V ) que podem representar essa transformação são: 
a)
p V
4 2
8 1
b)
p V
3 9
4 16
c)
p V
2 2
6 6
d)
p V
3 1
6 2
e)
p V
3 1
6 2
 
6. (Cesgranrio) O diagrama P versus T mostra a evolução de uma determinada quantidade de gás ideal, desde um estado I, passando por um estado II e chegando, finalmente, a um estado III. Essa evolução foi realizada muito lentamente, de forma tal que, em todos os estados intermediários entre I e III, pode-se considerar que o gás esteve em equilíbrio termodinâmico. Sejam T1, T2 e T3 as temperaturas absolutas do gás quando, respectivamente, nos estados I, II e III.
Assim, pode-se afirmar que:
a) T1 = T2 = T3
b) T1 > T2 = T3
c) T1 > T2 > T3
d) T1 < T2 < T3
e) T1 = T2 = T3

 

 
 
7. (UFES) Um balão de borracha contém um gás perfeito, com um volume inicial de 6 litros, num ambiente em que a pressão é igual à pressão atmosférica ao nível do mar. A pressão do ambiente é então modificada para um valor correspondente a 2/3 da pressão inicial, mantendo-se a mesma temperatura. Nessa nova condição o balão adquire um volume final, em litros, igual a:
a)
b)
c) 6
d)
e) 12         
 
 
8. (U. F. Santa Maria-RS) Uma certa massa de gás ideal é submetida ao processo ABC indicado no diagrama, onde p é pressão e V é volume.
Sendo T a temperatura absoluta da massa gasosa no estado 
A, a temperatura absoluta no estado C é:
a) T
b) 2 T
c) 4 T
d) T / 2
e) T / 4

 
9. (Mackenzie-SP) Na figura ao lado, o diagrama de Clapeyron mostra as transformações sofridas por uma certa massa de gás perfeito. A temperatura desse gás no estado C é:  
a) 180 oC
b) 212 oC
c) 273 oC
d) 300 oC
e) 327 oC

 

10. (UFAC) Tem-se 6,4 . 10-2 kg de gás oxigênio (O2) cuja massa molar é 32 g/mol, considerado como ideal, num volume de 10 litros, à temperatura de 27 oC. A pressão exercida pelo gás é:
(Dado: constante universal dos gases perfeitos = 0,08 atm . litros/mol . K). 
a) 0,48 atm      
b) 0,50 atm
c) 50 atm
d) 4,8 atm
e)  48 atm 
 
 

 

RESULTADOS

 
Sua nota será:
 
Você acertou as questões:
 
Você errou as questões:

VERIFICAR GABARITO