ESTUDO DA FÍSICA

O SEU SITE DE ESTUDO NA NET

Clique aqui para fechar esta janela                                                                       Voltar a página anterior

  SIMULADO ON-LINE  

IMPULSO E QUANTIDADE

DE MOVIMENTO 

BOA SORTE!!!

 

1. Uma partícula de massa 3 kg descreve movimento circular uniforme com velocidade 10 m/s. Ao percorrer a quarta parte da trajetória, ela recebeu um impulso de:
a) 42,4 N . s.
b) 28,3 N . s.
c) 14,1 N . s.
d) 60 N . s.
e) N.R.A.
 
 
2. Uma bolinha de massa 4 kg lançada no chão de uma sala, com velocidade 5 m/s, bate numa parede e retorna com mesma velocidade de 5 m/s. O impulso sofrido pela bolinha foi de:
a) 20 N . s.
b) 10 N . s.
c) 40 N . s.
d) 60 N . s.
e) N.R.A.
  
 
 
3. Um bailarino de massa 60 kg e uma bailarina de massa 50 kg, estão parados numa pista de gelo, lisa. Num dado momento um empurra o outro, saindo a bailarina com 2 m/s. Após 12 s de movimento, a distância entre eles é de:
a) 20 m.
b) 40 m.
c) 44 m.
d) 50 m.
e) N.R.A.
 
 
4. Duas esferas de massa de vidraceiro, se movem uma ao encontro da outra com velocidades iguais em módulo. Após o choque, passam a movimentar-se grudadas.
Podemos afirma que:
a) a energia cinética das esfera se conserva.
b) a quantidade de movimento das esferas se altera.
c) não há diferença entre as quantidades de movimento inicial e final.
d) o impulso se conserva.
e) N.R.A.
 
 
5. Um homem de massa 70 kg utiliza de uma corda para puxar um bloco que está a 30 m dele. Supondo que ambos estão num plano horizontal sem atrito e que quando os dois se encontram eles estão a 10 m da posição primitiva do bloco, podemos dizer sem errar, que a massa do bloco é de:
a) 220 kg.
b) 140 kg.
c) 240 kg.
d) 100 kg.
e) N.R.A.

 
6. Uma bolinha A de massa (m) está parada num plano horizontal liso. Uma bolinha B idêntica, de mesma massa, aproxima-se de A com velocidade V, colidindo elasticamente com ela. Após o choque:
a) A e B possuem velocidades V/2 cada uma no mesmo sentido.
b) B volta com velocidade V/2 e B sai com V/2 em sentido contrário.
c) B colide com A, pára, e A sai com velocidade V.
d) ambas adquirem velocidade V no mesmo sentido.
e) N.R.A.
 
 
7. PUCSP) Uma bola de beisebol de massa 0,145 kg é atirada por um lançador com velocidade de 30 m/s. O bastão toma contato com a bola durante 0,01 segundo, dando a ela velocidade e módulo 40 m/s na direção e sentido do lançador. A força média aplicada pelo bastão é de intensidade:
a) 0,101 newton
b) 1,45 newton
c) 14,5 newtons
d) 145 newtons
e) 1 015 newtons
 
8. (ITA-SP) Todo caçador ao atirar com um rifle, mantém a arma firmemente apertada contra o ombro, evitando assim o "coice" da mesma. Considere que a massa do atirador é 95,0 kg, a massa do rifle é 5,00 kg, e a massa do projétil é 15,0 g, a qual é disparada a uma velocidade de 3,00 x 104 cm/s. Nessas condições, a velocidade de recuo do rifle (Vr), quando se segura muito frouxamente a arma, e a velocidade de recuo do atirador (Va), quando ele mantém a arma firmemente apoiada no ombro, serão, respectivamente:
a) 0,90 m/s; 4,7 x 10-2 m/s
b) 90,0 m/s; 4,7 m/s
c) 90,0 m/s; 4,5 m/s
d) 0,90 m/s; 4,5 x 10-2 m/s
e) 0,10 m/s; 1,5 x 10-2 m/s
 
 
9. Uma massa m1, em movimento retilíneo com velocidade de 8,0 x 10-2 m/s, colide frontal e elasticamente com outra massa m2 em repouso, razão pela qual sua velocidade passa a ser 5,0 x 10-2 m/s. Se a massa m2 adquire a velocidade de 7,5 x 10-2 m/s, podemos concluir que a massa m1 é:
a) 10 m2
b) 3,2 m2
c) 0,5 m2
d) 0,04 m2
e) 2,5 m2
 
 
10. (FCMSC-SP) Um homem sobre patins está em repouso na superfície congelada de um lago. Em dado momento arremessa, para frente, uma pedra de 10 kg que adquire velocidade horizontal de módulo 8,0 m/s em relação ao lago. Sendo desprezível o atrito entre os patins e o gelo, o homem, que tem massa de 80 kg, adquire uma velocidade cujo módulo é:
a) 10 m/s.
b) 5,0 m/s.
c) 2,0 m/s.
d) 1,0 m/s.
e) 0,10 m/s.
 
 
11. (Fuvest-SP) Dois patinadores de mesma massa deslocam-se numa mesma trajetória retilínea, com velocidades respectivamente iguais a 1,5 m/s e 3,5 m/s. O patinador mais rápido persegue o outro. Ao alcançá-lo, salta verticalmente e agarra-se a suas costas, passando os dois a deslocar-se com velocidade v. Desprezando o atrito, calcule o valor de v.
a) 1,5 m/s
b) 2,0 m/s
c) 2,5 m/s
d) 3,5 m/s
e) 5,0 m/s
 
 
12. (PUCSP) Um corpúsculo de massa igual a 0,50 kg com velocidade horizontal de 10 m/s, admitida positiva, colide frontal e elasticamente com uma parede vertical fixa. Ao retornar perpendicularmente à parede, as variações na energia cinética e na quantidade de movimento do corpúsculo são, respectivamente:
a) zero e 5,0 kg . m/s.
b) zero e -5,0 kg . m/s.
c) -25 J e zero.
d) 25 J e -10 kg . m/s.
e) zero e -10 kg . m/s.
 
 
13. (UFMG) Um corpo de 10 kg está ligado a outro corpo de 2,0 kg através de uma mola comprimida. Ambos estão em superfície de atrito desprezível. Solta-se a mola e os corpos são disparados em sentidos opostos. A velocidade do corpo de 2,0 kg tem módulo de 3,0 m/s. A velocidade do corpo de 10 kg terá módulo:
a) de 0,60 m/s.
b) maior que a do corpo de 2,0 kg.
c) de 5,0 m/s.
d) de 0,50 m/s.
e) n.r.a.
 
 
14. (FCMSCSP) Em uma carta de Benjamin Franklin, como objeção à teoria corpuscular da luz, ele declarava:
"Uma partícula de luz, caminhando com velocidade de 3 x 108 m/s, deveria produzir o mesmo impacto (transferir mesma quantidade de movimento) que uma bola de canhão de massa 10 kg, animada de velocidade de 300 m/s, ao atingir a superfície da Terra."
Nessas condições, a partícula de luz a que se referia Franklin deveria ter massa, expressa em kg, igual a:
a) 10-8.
b) 10-7.
c) 10-6.
d) 10-4.
e) 10-5.
 
 
15. (UFBA) A condição necessária e suficiente para que um corpo tenha quantidade de movimento constantemente nula é que:
a) a soma de todas as forças que atuam sobre o corpo seja nula.
b) a trajetória do corpo seja retilínea.
c) a velocidade do corpo seja constante e diferente de zero.
d) o corpo esteja em repouso.
e) o corpo esteja em queda livre.
 
 
16. (UnB) Relacionamos algumas grandezas compostas de vetores e escalares:
( 1 ) Trabalho ( 6 ) Velocidade
( 2 ) Energia Cinética ( 7 ) Aceleração
( 3 ) Quantidade de movimento ( 8 ) Espaço
( 4 ) Força ( 9 ) Energia potencial
( 5 ) Impulso
( 10 ) Potência
Dos gupos abaixo, o composto só de grandezas vetoriais é:
a) 3, 4, 5, 6, 7
b) 1, 4, 5, 9, 10
c) 2, 4, 6, 7, 8
d) 3, 5, 6, 8, 9
e) 1, 2, 3, 4, 5
 
 
17. (UFES) Um bloco de massa m está em repouso sobre uma superfície horizontal sem atrito.
Num determinado instante o bloco se parte e um dos pedaços de massa igual a m/3 sai com velocidade de módulo 6,0 m/s. A velocidade do outro pedaço tem módulo igual a:
a) 2,0 m/s;
b) 3,0 m/s;
c) 6,0 m/s;
d) 12 m/s;
e) 18 m/s.
 
 
18. Um corpo de 2,0 kg é empurrado em linha reta a partir do repouso até adquirir velocidade de 10 m/s. A variação da quantidade de movimento do corpo nesse percurso foi de:
a) 10 kg m/s.
b) 20 kg . m/s.
c) zero.
d) 5 kg . m/s.
e) 200 kg . m/s
 
19.  (FCMSCSP) Um vagão de massa 4,0 x 104 kg está parado e é atingido por outro de massa 8,0 x 104 kg e velocidade de módulo 30 m/s. Após o choque, movem-se juntos e as forças de atrito são desprezíveis. A velocidade comum, após o choque, tem módulo em m/s e é igual a:
a) 10.
b) 20.
c) 30.
d) 40.
e) 60.
 
 
20.  (FCMSCSP) Um vagão de massa 4,0 x 104 kg está parado e é atingido por outro de massa 8,0 x 104 kg e velocidade de módulo 30 m/s. Após o choque, movem-se juntos e as forças de atrito são desprezíveis. A velocidade comum, após o choque, tem módulo em m/s e é igual a:
a) 10.
b) 20.
c) 30.
d) 40.
e) 60.
 
 
 

RESULTADOS

Sua nota será:
Você acertou as questões:
Você errou as questões:

VERIFICAR GABARITO