ESTUDO DA FÍSICA

O SEU SITE DE ESTUDO NA NET

Clique aqui para fechar esta janela                                                                       Voltar a página anterior

  SIMULADO ON-LINE  
MUDANÇA DE FASE 
( PARTE II ) 
BOA SORTE

 

1. (UEMG) Quer-se determinar a quantidade de calor que devemos fornecer a 200 g de chumbo para que a sua temperatura varie de 30 oC ara 400 oC. A quantidade total de calor em calorias, no processo será igual a:
Dados: temperatura de fusão do chumbo = 330 oC
calor latente de fusão do chumbo = 5 cal/g;
calor específico do chumbo no estado sólido = 0,03 cal/g oC
calor específico do chumbo no estado líquido = 0,04 cal/g °C.
a) 3 360
b) 2 250
c) 3 000
d)    900
e) 4 260
 
 
2. (UFRS) A mesma quantidade de energia que é necessária para derreter 200 g de gelo a 0 oC é transferida a um corpo de outro material, com massa de 2 kg, fazendo sua temperatura aumentar 40 oC. Sabendo-se que o calor latente de fusão do gelo é  L = 334 kJ/kg, pode-se afirmar que o calor específico do material do segundo corpo é:
a) 0,835 J/(kg K) 
b) 1,670 J/(kg K)
c) 0,835 kJ/(kg K)
d) 1,670 kJ/(kg K)
e) 835,0 kJ/(kg K)
 
 
3. (Mackenzie-SP) No interior de um calorímetro de capacidade térmica desprezível, que contém óleo (c = 0,3 cal/g °C) a 30 °C, colocamos uma pedra de gelo (calor latente de fusão = 80 cal/g) de 40 g a 0 °C. A massa de água (calor específico = 1 cal/g °C) a 70 °C que devemos adicionar no calorímetro para restabelecer a temperatura inicial do óleo é de:
a) 80 g
b) 90 g
c) 100 g
d) 110 g
e) 150 g
 
 
4. (U. Taubaté-SP) Num calorímetro de capacidade térmica desprezível, são colocados 10 g de gelo a 0 oC sob pressão normal, e 10 g de água à temperatura de x graus Celsius. O calor latente de fusão do gelo é de 80 cal/g e o calor específico da água líquida, 1 cal/g oC. O valor de x para que, no equilíbrio térmico, se tenha apenas água a 0 oC, deverá ser de: 
a) 8 oC 
b) 80 oC
c) 16 oC 
d) 40 oC
e) 24 oC
 
 
5. (U. Católica de Pelotas - RS) Um calorímetro cuja capacidade térmica é igual a 20 cal/°C contém 300 g de água. A temperatura do sistema calorímetro-água é de 40 °C, inicialmente. Adicionando-se à água 500 g de gelo fundente ( 0 oC ), qual será a massa de gelo derretida até o estabelecimento do equilíbrio térmico?
(Dados: calor específico da água = 1,0 cal/g oC; calor de fusão do gelo = 80 cal/g)
a) 500 g
b) 300 g
c) 340 g
d) 150 g
e) 160 g
 
 
6. (U. E. Londrina-PR) Em um recipiente de paredes adiabáticas e capacidade térmica desprezível  introduzem-se 200 g de água a 20 oC e 80 g de gelo a -20 oC. Atingido o equilíbrio térmico, a temperatura do sistema será:
Dados:
calor específico da água = 1,0 cal/g oC
calor específico do gelo = 0,50 cal/g oC
calor latente de fusão do gelo = 80 cal/g
a) - 11 oC .
b) 0 oC, restando 40 g de gelo.
c) 0 oC. restando apenas água. 
d) 0 oC, restando apenas gel.
e) 11 oC.
 
 
7. (Univest-SP) Deseja-se obter 800 g de água a 64 oC. Para isso, misturam-se m1 gramas de gelo a 0 oC com m2 gramas de vapor d'água a 100 oC em um calorímetro perfeitamente adiabático e de capacidade térmica desprezível. Sendo Lf = 80 cal/g o calor latente de fusão do gelo; Lv = 540 cal/g  o calor latente de vaporização da água e c = 1 cal/g oC o calor específico sensível da água, os valores de m1  e m2, serão respectivamente:
a) 640 e 160  
b) 480 e 320 
c) 320 e 480 
d) 240 e 560 
e) 160 e 640
 
 
8. (ITA-SP) Um vaporizador contínuo possui um bico pelo qual entra água a 20 oC, de tal maneira que o nível de água no vaporizador permanece constante. O vaporizador utiliza 800 W de potência, consumida no aquecimento da água até 100 oC e na sua vaporização a 100 oC. A vazão de água pelo bico é em mililitro por segundo:
Dados: calor específico da água = 1 cal/g °C; calor latente de vaporização da água = 540 cal/g; densidade da água = 1 g/ml;       1 cal = 4,2 J
a) 0,31
b) 0,35 
c) 2,4
d) 3,1
e) 3,5 
 
 
9. (UFV-MG) Uma chaleira, em fogo brando, contém água em ebulição. Uma estudante, após 
aumentar a intensidade da chama, tira as seguintes conclusões:
I. A temperatura da água em ebulição aumenta. 
II. O vapor d'água sai da chaleira a uma maior temperatura.
III. A taxa de vaporização da água aumenta.
Em relação às conclusões da estudante, a opção correta é:
a) Apenas I e II correspondem a realidade.
b) Apenas II corresponde à realidade.
c) Apenas I corresponde à realidade. 
d) Apenas III corresponde à realidade. 
e) Todas correspondem à realidade.
 
 
10. (Vunesp-SP) Num mesmo local e ocasião, massas diferentes de água pura são aquecidas lado a lado, em dois recipientes abertos, desde a temperatura ambiente até começarem a ferver. Assinale a alternativa correta em relação aos valores, para os dois recipientes, das:
* Quantidades de calor recebidas pelas massas de água desde o início do aquecimento até começarem a ferver (despreze quaisquer tipos de perda);
* Temperaturas finais atingidas pelas massas de água;
* Densidades (ou massas específicas) das massas de água quando estão fervendo.
Em relação as quantidades de calor recebidas, as temperaturas finais atingidas e as densidades (massas específicas) são respectivamente:
a) iguais - iguais - iguais
b) diferentes - diferentes - diferentes 
c) iguais - diferentes - diferentes 
d) diferentes - iguais - diferentes  
e) diferentes - iguais - iguais
 
 
11. (PUC-PR) Em um calorímetro de capacidade térmica de 50 cal/°C contendo 200 g de água a 20 °C, colocam-se 100 g de gelo fundente. Estabelecido o equilíbrio térmico, o calorímetro conterá:  
Dado: Lf = 80 cal/g.
a) gelo.
b) gelo e água.  
c) água a 12 °C.  
d) água a 15 °C. 
e) água a 18 oC
 
 
12. (Puccamp-SP) Um calorímetro de capacidade térmica 50 cal/°C contém 520 g de gelo a 0 °C. Injeta-se no calorímetro vapor de água a 120 °C, na quantidade necessária e suficiente para fundir totalmente o gelo. A massa de água, em gramas, que se forma no interior do calorímetro vale:
Dados: calor específico da água = 1,0 cal/g °C; calor específico do vapor = 0,50 cal/g °C; 
a) 520  
b) 584
c) 589
d) 620
e) 700
 
 
13. (MACK-SP) Num copo de capacidade térmica desprezível, temos 300 cm3 de água de densidade 1,0 g . cm-3 a 30°C. Em certo instante, colocam-se alguns cubos de gelo que perfazem a massa de 50 g a -10°C. Após o equilíbrio térmico, sob pressão normal, a temperatura da água existente no copo, desprezando as perdas de calor, é:
Dados: calor específico da água = 1,0 cal/g °C; calor específico do gelo = 0,50 cal/g °C; 
calor latente de fusão do gelo = 80 cal/g
a) 3,6°C  
b) 13,6 °C 
c) 15°C  
d) 17,5 °C 
e) 20 °C
 
 
14. (ITA-SP) Num dia de calor, em que a temperatura ambiente era de 30 °C, João pegou um copo com volume de 200 cm3 de refrigerante à temperatura ambiente e mergulhou nele dois cubos de gelo de massa igual a 15 g cada um. Se o gelo estava à temperatura de -4 °C e derreteu-se por completo e supondo que o refrigerante tenha o mesmo calor específico que a água, a temperatura final da bebida de João ficou sendo aproximadamente de:
a) 16 °C 
b) 25 °C
c)  0 °C
d) 12 °C    
e) 20 °C

 
15. (Unisa-SP) Denomina-se calor de combustão a quantidade de calor liberada na queima de uma unidade de massa de um combustível. O calor de combustão de um derivado do petróleo é 2 000 kcal/kg. Se 7 kg desse combustível fossem utilizados para aquecer um bloco de gelo de 100 kg a -20 °C, a temperatura do "bloco", em graus Celsius, após a queima total seria:
Dados: calor específico da água = 1,0 cal/g °C; calor específico do gelo = 0,50 cal/g °C;
calor latente de fusão do gelo = 80 cal/g
a) 30
b) 50 
c) 60
d) 70
e) 80
 
 
16. (Unisinos-RS) Uma das formas de economizar energia elétrica, no dias ensolarados de verão, é secar ao sol a roupa lavada, em vez de usar a secadora. A respeito do processo de secagem da roupa 
ao sol, afirma-se que:
I) Temperatura alta e ventilação favorecem a evaporação da água contida entre as fibras dos tecidos.
II) Preferencialmente, as roupas devem ser penduradas bem estendidas, pois, quanto maior a área exposta ao sol, mais facilmente se dá a evaporação.
III) Quando a umidade do ar é muito alta, a evaporação é dificultada.
Das afirmativas:
a) somente I é correta  
b) somente II é correta 
c) apenas I e II são corretas
d) apenas I e III são corretas 
e) I, II e III são corretas
 
 
17. (UFES) Um litro de água à temperatura de 30 °C é colocado em um congelador. Sendo d = 103 gramas/litro a densidade, c = 1 cal/g °C o calor específico da água e 80 cal/g o calor latente de fusão do gelo, a energia que deve ser retirada dessa massa de água para transformá-la totalmente em gelo a 0 °C é, em quilocalorias:
a) 30
b) 80
c) 110
d) 2 400
e) 2 430
 
 
18. (UFU-MG) Um bloco de gelo (calor específico de 0,5 kcal/kg . °C)) de 3,0 kg de massa está a uma temperatura de  - 10 °C. É colocado num vaso calorimétrico (recipiente isolado de capacidade térmica desprezível) contendo 5,0 kg de água (calor específico de 1 kcal/kg . °C) a 40 °C. Se o calor latente de fusão do gelo é de 80 kcal/kg, podemos afirmar que:
a) todo o gelo se derreterá. 
b) somente metade da massa de gelo se derreterá.
c) sobrará 0,6875 kg de gelo sem derreter.
d) derreterá somente 0,40 kg de gelo.
e) sobrará 0,24 kg de gelo sem derreter.
 
 
19. (PUC-MG) Um bloco de gelo, cuja massa é de 500 g, encontra-se no interior de um calorímetro, à temperatura de 0 °C. Considere o calor de fusão do gelo igual a 80 cal/g e o calor específico da água igual a 1 cal/g °C. Se forem fornecidas 20 000 cal de calor a esse bloco, teremos, no interior do calorímetro:
a) 250 g de gelo a O °C e 250 g de água a 4 °C. 
b) 250 g de gelo e 250 g de água à temperatura final comum de 0 ° C. 
c) 500 g de água, provenientes da fusão do gelo, a 40 ° C. 
d) 500 g de gelo, que não se fundiram, a 0 °C. 
e) 500 g de água, proveniente da fusão do gelo, a 0 °C.
 
 
20. (U.F. VIÇOSA-MG) Em um calorímetro de capacidade térmica desprezível, são colocados 100 g de água a 80°C e 200 g de gelo a 0°C. Sabendo-se que o calor específico da água é 1 cal/g . oC e o calor latente de fusão do gelo é 80 cal/g, a fração de gelo derretida após o equilíbrio térmico será:
a) 1 / 8
b) 1 / 3
c) 1 / 4
d) 1 / 1 
e) 1 / 2
 
 

RESULTADOS

Sua nota será:
Você acertou as questões:
Você errou as questões:

VERIFICAR GABARITO