Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

 Seduc e Sebrae iniciam série de webinários sobre economia criativa



Primeira transmissão ocorreu nesta terça-feira (09), com a analista Débora Lima; próxima transmissão será no dia 22 
Texto de Ana Paula Lins


A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) e o Sebrae-AL iniciaram nesta terça-feira (09) uma série de webinários sobre economia criativa para professores da rede estadual. A transmissão contou com mediação da jornalista Fabiana De Mutiis, da Seduc e a exposição de Débora Lima, analista da Unidade de Competitividade e Desenvolvimento do Sebrae-AL e teve 1.300 inscritos .
 


Economia criativa é o tema norteador do ano letivo 2020 na rede estadual de ensino. Apresentado na aula inaugural da rede estadual em 10 de fevereiro, o tema pretende incentivar o protagonismo juvenil e o potencial criativo dos alunos, fazendo-os interagir melhor com o seu entorno e comunidade. O Sebrae será parceiro da Seduc para trabalhar a temática nas escolas.

Novo olhar - Na ocasião, Débora falou sobre o conceito de economia criativa, os números de Alagoas e como a temática pode ser trabalhada pelos professores nas escolas.
 
“Tudo pode ser economia criativa, desde que esse talento e potencialidade se tornem fonte de renda. Temos muitos estudantes talentosos na rede pública e, muitas vezes, esses talentos ficam no meio do caminho porque eles não sabem como transformar esse potencial em algo rentável. Daí a importância do professor como um maestro desse processo criativo”, afirmou Débora.
 
Ela ainda ressaltou a importância da economia criativa para o cenário socioeconômico pós-pandemia. “A economia criativa ajuda na criação de novos modelos de negócios e, nesta época em que precisamos repensar o nosso modo de consumo, é essencial, pois foca no consumidor e suas experiências, sendo uma atividade colaborativa que envolve vários atores”, destacou.
 
Parceria – Com participação de 2,61% no PIB nacional e 837,2 mil pessoas diretamente empregadas – de acordo com dados do Sebrae – a economia criativa é um nicho com potencial a ser explorado em Alagoas. E as escolas podem desempenhar um papel importante neste processo, estimulando o espírito empreendedor de seus estudantes.
 
“Essa parceria entre Seduc e Sebrae vem em boa hora, pois estamos vivendo um período em que precisamos ser muito criativos. A economia criativa está na escola, está no território e trazermos essa discussão para a nossa rede de ensino fortalece ainda mais esse processo que é tão importante para Alagoas”, frisou Ricardo Lisboa, superintendente de Políticas Educacionais da Seduc.
 
Vinicius Lages, diretor técnico do Sebrae-AL, também destaca os benefícios da parceria. “Sabemos do poder transformador da Educação na vida das pessoas e o Sebrae parabeniza a Seduc por levar a economia criativa às escolas e se coloca à disposição para ajudar na disseminação dessa cultura que tem como motor a criatividade”, declarou.

Próximas edições – Este foi o primeiro de uma série de quatro webinários sobre economia criativa para professores da rede estadual. O vídeo desta primeira transmissão em breve estará disponível nas redes sociais da Seduc e do Sebrae.
 
Os próximos webinários da série acontecem no dia 22 de junho - “Negócios de Impacto Social e Ambiental – Interação Escola/ Comunidade”, com a palestrante Ana Madalena; dia 07 de julho - “Como inserir a Economia Criativa e os Negócios de Impacto Social e Ambiental no contexto do processo educacional”, com os palestrantes Pedro Verda e André Almeida – e, no dia 21 de julho, com painel sobre as Experiências de Sucesso na Economia Criativa e Negócios de Impacto Social e Ambiental ( seis Cases de Sucesso).