Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Consultor do MEC visita UFPA e faz avaliação positiva das políticas afirmativas na Universidade

 


Texto: Ericka Pinto – Assessoria de Comunicação da UFPA
Fotos: Alexandre Moraes

 

A Universidade Federal do Pará recebeu, no dia 23 deste mês, a visita do consultor Vitor Alencar, da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão, órgão vinculado ao Ministério da Educação (Secadi/MEC). O objetivo da visita foi levantar informações do que vem sendo desenvolvido pelas Instituições de Ensino Superior na área da Educação em Direitos Humanos e da diversidade. A reunião ocorreu no prédio da reitoria, com a presença de representantes da Administração Superior, da Superintendência da Assistência Estudantil (SaEst) e da Assessoria da Diversidade da UFPA.

Durante a reunião, os representantes da UFPA apresentaram ao consultor as principais ações desenvolvidas nos campos da graduação, da pós-graduação, da assistência estudantil e da extensão. Após a reunião, eles seguiram para uma visita aos espaços destinados às reuniões e atividades organizadas por grupos quilombolas e indígenas, no campus da UFPA, além de acompanharem um evento promovido para estudantes estrangeiros.

23.11.2018 Reunião Reitoria Consultor Direitos Humanos Foto Alexandre de Moraes site2Segundo o vice-reitor da UFPA, Gilmar Silva, o consultor ficou satisfeito com o levantamento feito in loco das atividades desenvolvidas pela Universidade nas áreas de direitos humanos, sobretudo de ações direcionadas à inclusão. “Essa visita foi muito positiva porque nos permitiu falar da quantidade de experiências que a UFPA detém a partir da construção de uma política de Direitos Humanos, que envolve desde a preocupação com o acesso à Educação, sobretudo dos mais pobres, como a permanência desses jovens, com uma leitura particular de cada situação. Infelizmente não podemos atender a todos em virtude de recursos.”

Além da UFPA, também esteve incluída a visita do consultor à Universidade do Estado do Pará (UEPA). Estas duas Instituições estão entre as mais de 300 que aderiram ao projeto Pacto Universitário de Educação em Direitos Humanos, do MEC, o qual visa incentivar as universidades a desenvolverem ações direcionadas a cinco eixos temáticos: ensino, pesquisa, extensão, gestão e convivência universitária.

“A vinda à Belém faz parte de um esforço de levantamento de múltiplas informações do que vem sendo realizado nessas temáticas. Começamos com a utilização dos sites institucionais, conversas por telefone com os coordenadores do Pacto, e agora, um conjunto menor de universidades está sendo presencialmente visitado para ajudar no acúmulo de informações de ações que vêm sendo desenvolvidas no país inteiro”, disse Vitor Alencar.

De acordo com o consultor, o projeto visa auxiliar as universidades no processo de autoconhecimento, promovendo uma sistematização das informações sobre ações que já ocorrem e que agora ganham maior visibilidade. “Essa visibilidade não só possibilita que as universidades tenham conhecimento do que está ocorrendo por todo o país, como é um incentivo à manutenção e à ampliação de ações que são importantes para a promoção da diversidade, da inclusão e da afirmação dos Direitos Humanos no ambiente acadêmico”, frisou.

23.11.2018 Reunião Reitoria Consultor Direitos Humanos Foto Alexandre de Moraes siteVitor Alencar fez uma avaliação muito positiva das políticas afirmativas implementadas pela UFPA, sendo uma das universidades com grande estratégia de produção acadêmica na área de Educação em Direitos Humanos e diversidade. “Não só pelo seu extenso grupo de pesquisa, mas pela sua diversidade que se materializa na própria Instituição, por meio de cotas e de várias segmentos de acesso à universidade, como pelas políticas específicas e pela organização de grupos coletivos, incluindo quilombolas e indígenas.”

O levantamento das informações sobre as políticas de Educação em Direitos Humanos e de diversidade também serviram para subsidiar a produção de relatórios que serão submetidos ao novo governo no âmbito da transição.

Adesão ao Pacto – Atualmente, 326 Instituições de Ensino Superior participam do pacto. Dessas, 80% já estão efetuando iniciativas e 20% se encontram na fase de criação do Comitê Gestor do Pacto. No conjunto destas instituições, atuam no pacto 47 universidades federais, 16 institutos federais, 30 universidades estaduais e municipais, 38 universidades privadas, 30 centros universitários e 165 faculdades. A adesão ao Pacto Universitário é livre e pode ser feita por qualquer instituição de educação superior, pública ou privada.