Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

 GRE Mata Centro administra formações sobre o Criança Alfabetizada


Ao todo, 13 municípios farão as atividades voltadas para professores, coordenadores e gestores de escolas da rede municipal
Assessoria de Comunicação - 02/09/2019 10:14h
Créditos: Divulgação

A Gerência Regional de Educação (GRE) Mata Centro está acompanhando as formações sobre o programa Criança Alfabetizada nos municípios de escolas jurisdicionadas a ela. Na última sexta-feira (30), os municípios de Chã de Alegria e Escada deram continuidade ao projeto, que segue agenda até o dia 5 de setembro. Ao todo, 13 cidades farão as atividades voltadas para professores, coordenadores e gestores de escolas da rede municipal.


As secretarias municipais de educação abordaram, sob supervisão e orientação de técnicos da GRE Mata Centro, conteúdo dos almanaques do programa, que contam com propostas, como atividades pedagógicas que podem ser realizadas nas escolas para complementar os trabalhos executados pelos professores em sala de aula. O documento foi elaborado em parceria com a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), por meio do Centro de Estudos em Educação e Linguagem (CEEL), e é voltado para crianças do 1º e 2º ano do Ensino Fundamental.

“É um momento ímpar para todos os municípios jurisdicionados à nossa Regional, tendo em vista que essa oportunidade agrega a todos na perspectiva de promover a efetivação de nossos anseios e de nosso compromisso com a educação de qualidade. Além disso, estamos trabalhando para que as crianças sejam alfabetizadas no tempo plausível, tendo oportunidades de aprendizagem e tenha seus direitos garantidos”, destacou Sueli Ramos, chefe da Unidade de  Acompanhamento da Educação Infantil e dos Anos Iniciais da GRE Mata Centro.

Programa Criança Alfabetizada – Iniciativa do Governo de Pernambuco, o Criança Alfabetizada é o maior programa de alfabetização já criado na história do Estado. Com investimentos na ordem de R$ 50 milhões, a iniciativa já conta com a adesão total dos municípios pernambucanos e visa a busca pela alfabetização de todas as crianças que estudam na rede pública, garantindo maior aprendizagem, acesso a oportunidades e um futuro melhor. A Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe) e a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) são parceiros do Governo do Estado nesta ação.

O Programa Criança Alfabetizada prevê uma nova distribuição do ICMS Socioambiental para os municípios. Com a lei sancionada pelo governador, em julho deste ano, a quantidade de indicadores será reduzida e a participação da educação no repasse aumentará dos atuais 3% para 18%, com implantação escalonada em seis anos.

Para que seja feito o repasse do ICMS, serão utilizados números do Índice de Desenvolvimento de Educação (IDE), calculado integralmente com dados do Sistema de Avaliação de Educação de Pernambuco (SAEPE), aplicado desde 2008. O IDE utilizará dados do 2º ano do Ensino Fundamental, além do 5º e 9º ano. Após o resultado do SAEPE dessas três etapas, o cálculo será utilizado para medir o índice, que terá peso de 60% para o 2º ano e 30% e 10% para 5º e 9º ano, respectivamente.