Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Equipe da UFSC cria embarcações movidas por energia solar

Com o objetivo de desenvolver construções inovadoras utilizando fontes alternativas de energia, estudantes de diversos cursos da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) deram os primeiros passos para construir um barco, o catamarã Vento Sul. A equipe, que hoje leva o mesmo nome, surgiu por volta de 2009, quando dois alunos das engenharias criaram o precursor do protótipo de embarcação movido exclusivamente por energia solar dentro da Universidade.


Unindo seus conhecimentos da graduação e a experiência obtida com o grupo de pesquisa em energia solar da UFSC, o Fotovoltaica, eles criaram o catamarã (embarcações com dois cascos). Hoje, o grupo é formado por alunos de várias áreas e conta com mais três barcos em sua frota. O Guarapuvu I, o Guarapuvu II e o pequeno Oxum deram sequência aos projetos da equipe, também como barcos de competição. Em dez anos, a equipe Vento Sul já participou de 14 competições, nacionais e internacionais.

Só no Desafio Solar Brasil, primeira competição brasileira do gênero, a equipe possui dez vitórias: cinco com o catamarã Vento Sul, entre os anos 2009 e 2013, e outras cinco com o Guarapuvu, do tipo monocasco – tipo de embarcação com apenas um casco –, entre 2010 e 2014. O Desafio Solar Brasil, inspirado na Frisian Solar Challenge, competição realizada a cada dois anos na Holanda, foi criado a partir da iniciativa conjunta da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e outras instituições federais, como a UFSC.

O grupo Vento Sul é responsável por todas as etapas de construção das embarcações. Dividida em três áreas, a equipe separa as funções e tarefas relacionadas aos barcos e às competições com base nas especialidades de cada um. O setor de elétrica e eletrônica cuida do sistema de energização dos barcos e da condução elétrica das placas solares; a naval e a mecânica são responsáveis, principalmente, pela construção e manutenção dos barcos; e a equipe de marketing e comunicação divulga as atividades e o trabalho do grupo. Toda tecnologia envolvida no funcionamento das embarcações é elaborada e testada na oficina e laboratório de criação, ao lado da Imprensa Universitária.